#01 — O Visitante

February 11, 2018

...novamente ele chega,

veio tantas vezes que já estamos nos acostumando um ao outro. Não há mais um momento oportuno, vem a qualquer hora, de imediato ou vagarosamente, sua presença se faz sempre bem vinda e logo cortejada.

Começa então uma conversa que, a princípio, parece remeter a várias possibilidades, novos caminhos ou, pelo menos, novas direções frente à monotonia habitual. Sim, as palavras certas, diretas ao propósito da visita, esperançosas.

O tempo flui rapidamente, aproxima-se então e fica de braços abertos. Um passo em sua direção, é possível sentir um calor reconfortante, mais um passo e uma promessa de paz, um outro passo, a visão de uma fuga tão desejada. Quanto mais perto, mais difícil se torna afastar-se.

Agora ao seu alcance um ponto sem retorno se torna evidente, uma decisão deve ser tomada. Retribuo o gesto ou simplesmente o deixo ir embora?

...

Mantenha-se forte.